Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / “A Câmara de Goiânia é um exemplo para Goiás e para o Brasil”, afirma Andrey Azeredo

“A Câmara de Goiânia é um exemplo para Goiás e para o Brasil”, afirma Andrey Azeredo

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 02/01/2019 19h11, última modificação 02/01/2019 19h11

O vereador Andrey Azeredo (MDB), que esteve à frente do Legislativo goianiense desde janeiro de 2017, presidiu, nesta manhã de quarta-feira, 2, a Sessão Solene de posse da nova Mesa Diretora da 18ª Legislatura da Câmara Municipal de Goiânia para o Biênio 2019-2020. No evento, a administração de Andrey foi elogiada pelo novo presidente e por outros parlamentares, que quebraram o protocolo para exaltar o sucesso da gestão dele. Após a transmissão do cargo, ele destacou as principais realizações de sua Presidência, como a devolução histórica de R$ 30 milhões para a Prefeitura para serem investidos em obras e serviços para a população.

Composta pelos vereadores Romário Policarpo (Pros) como presidente; Clécio Alves (MDB) 1º vice-presidente; Rogério Cruz (PRB) 2° vice-presidente; Jair Diamantino (DC) 1º secretário; Anselmo Pereira (PSDB) 2º secretário; Paulo Magalhães (PSD) 3º secretário e Emilson Pereira (Podemos) 4º secretário, a nova Mesa foi empossada no Plenário com a presença do prefeito Iris Rezende (MDB), do procurador Geral e do controlador Geral do Município, Breno Kelvys Souza Marques e Juliano Gomes Bezerra, respectivamente, da representante do Tribunal Regional do Trabalho (TRT 18ª Região), desembargadora Elza Cândida Silveira, e do subprocurador-geral do Ministério Público, Carlos Alberto Fonseca.

Gestão responsável e austera

Andrey ressaltou, na Tribuna, o orgulho pelo trabalho realizado pela Mesa Diretora presidida por ele, agradeceu a dedicação e o esforço da equipe gestora e dos servidores da Casa, comissionados e efetivos, e celebrou os avanços “conquistados com uma gestão austera que possibilitou que realizássemos o necessário, sem luxo ou supérfluos, sempre com transparência e muito zelo na aplicação dos recursos públicos. Isso é fundamental no atual cenário econômico-social que vivemos, sendo inaceitável qualquer forma de gestão que não busque otimizar, com responsabilidade, a aplicação do dinheiro do povo.”

Boas práticas e independência

“Além de bons projetos para Goiânia, a Câmara precisa ser exemplo nas áreas que são os pilares da administração pública, tais como transparência, legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência”, afirmou. Ele também frisou que a gestão dele deixa um legado de boas práticas e a consolidação de um Legislativo independente e inovador: “Nossa prioridade sempre foi garantir a autonomia e a valorização do trabalho de cada um de nós. Para tanto, lutei para que esta Casa fosse reconhecida e a defendi, mantendo sempre a postura republicana que se espera do presidente de um Poder. Hoje, somos respeitados por todos.”

Processo seletivo inédito para estagiários

Ao citar o pioneirismo de sua administração, Andrey lembrou de ações históricas como a devolução, para a Prefeitura, de um total de R$ 30 milhões referentes a 2017 e 2018, para serem investidos em serviços e obras necessários para melhorar a qualidade de vida da população, e o processo seletivo inédito para estagiários que garantiu impessoalidade e oportunidades iguais para centenas de candidatos interessados em uma experiência profissional preparatória. “Com esse processo, acabamos com aquele apadrinhamento e clientelismo que existiam no passado”, afirmou, categoricamente.

Casa da Justiça Social

O vereador ainda destacou a realização do concurso público para preenchimento de cargos essenciais e “nomeamos e empossamos servidores aprovados no certame de 2006. Não poderíamos fazer diferente em um Poder que deve ser a Casa da Justiça Social. Além disso, fizemos licitações transparentes que possibilitaram economia significativa nas contratações e agora temos um demostrativo de gastos em tempo real no site da Câmara com a disponibilização de gastos com manutenção, telefone, água, energia, combustível, folha de pagamentos e outros. Gerenciamos e aprimoramos contratos gerando economia e demos transparência aos nossos atos também nos canais oficiais de comunicação institucional, com o acompanhamento dos trabalhos de todos os vereadores. Não medi esforços para aproximar esta Casa da população.”

Dentre outras realizações, Andrey enfatizou a reformulação do portal da Câmara na internet, a implantação da rede wi-fi, as publicações nas mídias sociais oficiais, a cobertura das sessões e das comissões pela TV Câmara e a programação desta, que, desde outubro de 2017, está em canal digital aberto com a TV Assembleia Legislativa. “Cuidamos desta Casa em todos os aspectos. A sociedade quer soluções viáveis e resultados e por isso sempre atuamos ouvindo as pessoas e os segmentos que as representam”, disse.

Exemplo estadual e nacional

Ao finalizar seu pronunciamento, Andrey afirmou que “os debates sempre existirão, mas devemos buscar a convergência, a união e o êxito, focando nas questões que são importantes e que afligem nossa população. Nossa gestão foi pautada na busca da prevalência das necessidades da sociedade acima do debate político-partidário. Passo a gestão desta Casa para a nova Mesa Diretora e para o presidente Romário Policarpo com o desejo que tenham total êxito na continuidade da missão de manter a Câmara de Goiânia como um exemplo para Goiás e para o Brasil.”

Planejamento, transparência e eficiência

No fim da solenidade, ele concedeu entrevistas à imprensa fazendo um rápido balanço pessoal do biênio à frente do Legislativo goianiense: “Foram dois anos de muita dedicação, aprendizado e amadurecimento. Trabalhamos incessantemente para que pudéssemos ser o exemplo de uma gestão com responsabilidade, transparência e cumprindo todos os preceitos legais. Acima de tudo, zelamos para que cada centavo que é depositado aqui pelo povo, através do duodécimo, fosse gasto com seriedade e com austeridade. Fizemos o necessário, sem luxo, mas investindo naquilo que era indispensável à qualidade dos serviços da Casa e devolvemos, para que a Prefeitura possa aplicar em obras e serviços para a população, a quantia de R$ 30 milhões de reais, um fato inédito em Goiânia que demonstra que, com planejamento, transparência e rigor técnico, a gente faz e faz bem feito.”

 

Texto produzido pela assessora Polliana Martins