Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Andrey Azeredo fala à imprensa sobre os trabalhos da Câmara neste ano e em 2019

Andrey Azeredo fala à imprensa sobre os trabalhos da Câmara neste ano e em 2019

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 13/11/2018 18h34, última modificação 13/11/2018 18h34

Nesta terça-feira, 13, em entrevistas concedidas à imprensa, o presidente da Casa, vereador Andrey Azeredo (MDB), respondeu a perguntas sobre o trabalho dessa Legislatura em 2018 e acerca da aprovação, ainda neste ano, da Lei Orçamentária Anual (LOA). Ele também falou sobre as expectativas para o Legislativo goianiense em 2019, além da retirada da pauta de votação do projeto do vereador Vinícius Cirqueira (Pros) que propõe a alteração da data de eleição da Mesa Diretora da Câmara.

“Tivemos um trabalho extremamente profícuo de intensos debates, matérias relevantes discutidas, muitas aprovadas, algumas rejeitadas, e a realização de comissões especiais de inquérito (CEIs) com o intuito de apurar possíveis desvios e propor soluções, como ocorreu, em especial, no primeiro semestre deste ano”, destacou ele sobre as atividades legislativas em 2018. E concluiu: “Tudo isso demonstrando que esta Casa tem sido atuante na manutenção, na preservação e na defesa dos interesses dos cidadãos de Goiânia.”

Lei Orçamentária Anual

Sobre o que ainda pode ser aprovado em 2018 na Câmara, o presidente citou a Lei Orçamentária Anual (LOA), instrumento jurídico que detalha os gastos governamentais do ano que vem. “Esta é uma matéria importantíssima que já está em trâmite na Casa, hoje sob a relatoria do vereador Clécio Alves (MDB) na Comissão Mista. Nos próximos dias teremos audiências públicas e a votação, já no início de dezembro, para gerarmos condições legais para que o prefeito Iris possa, a partir de primeiro de janeiro, executar um bom trabalho na defesa e na melhoria da qualidade de vida dos goianienses”, afirmou.

2019: geração de oportunidades

Questionado sobre as expectativas e desafios para 2019 na Câmara, Andrey ressaltou que a meta principal é a de “continuar trabalhando incansavelmente na defesa dos cidadãos e daquilo que eu acredito que é o correto, como a melhoria da qualidade de vida das pessoas e, em especial, na geração de oportunidades.” Na opinião dele, Goiânia vive um “momento muito crítico no qual a juventude anseia por mudanças, oportunidades, possibilidades de contribuir com a cidade e de poder realizar os próprios sonhos.”

Empregos e mobilidade solidária

Ele defendeu, enfaticamente, a importância do primeiro emprego para que os jovens possam conquistar seus desejos e lutar por melhores condições de trabalho no mercado. E finalizou citando um tema que ele tem estudado profundamente e ao qual tem se dedicado em sua trajetória como gestor público e político: a mobilidade. “Precisamos de uma mobilidade que seja mais solidária e melhor para todos”, afirmou.

Transparência e segurança jurídica

Acerca da retirada da pauta de votação, hoje, do projeto do vereador Vinícius Cirqueira para alterar a data de eleição da Mesa Diretora, Andrey explicou que “não competia a mim fazer juízo de valor sobre esse assunto. O regimento é claro: na alínea B, inciso 2º do artigo 14, diz que o presidente determinará o sobrestamento dos dois processos no momento em que se encontrarem e os enviará à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Foi isso que eu fiz e disse que não poderia apreciar naquele momento para que não fosse maculado o processo legislativo desse tema.”

O presidente ressaltou que a proposta apresentada tem no seu mérito “gerar transparência dos atos. Comungo com essa idéia, implantei o portal de transparência na Prefeitura quando era controlador do município em 2011 e aqui reformulei o site da Câmara para gerar mais clareza. Já pautei novamente para amanhã, a questão era o rito. E isso para evitar que qualquer vereador questionasse no Judiciário e aí a proposta não teria efeito prático. Reconheceram isso, votaram na CCJ como estabelece o regimento e a matéria será debatida novamente. O que me move é a lisura dos atos e a correição com o processo legislativo. Tenho muita clareza das minhas ações.”

Texto produzido pela assessora Polliana Martins

registrado em: