Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Andrey Azeredo propõe comissão para ajudar na regularização dos camelôs que atuam nos terminais

Andrey Azeredo propõe comissão para ajudar na regularização dos camelôs que atuam nos terminais

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 10/05/2018 20h05, última modificação 11/05/2018 09h34

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Andrey Azeredo (MDB), propôs a criação, durante a Sessão Plenária da manhã desta quinta-feira, 10, de uma comissão da Casa, sob o comando do vereador Cabo Senna (PRP), para pleitear a regularização dos camelôs que atuam nos terminais de Goiânia na Companhia Municipal de Transporte Coletivo (CMTC). O grupo irá àquela instituição em busca de uma solução definitiva para os vendedores ambulantes, que estão sendo retirados dos terminais e plataformas de ônibus devido à legislação que proíbe esse tipo de comércio nesses locais.

Nesta quinta-feira, vários camelôs, convidados por Cabo Senna, foram à Câmara pedir o apoio dos vereadores para que eles possam continuar trabalhando nos terminais. Os líderes da categoria, Paulo Henrique da Silva e Eliane Nazaré Monteiro da Silva, usaram a Tribuna Livre do Plenário e relataram que estão sendo expulsos pela Polícia dos locais de trabalho, muitos estão até passando fome e sendo presos como malfeitores. “Não somos bandidos. Somos trabalhadores. Precisamos,  portanto, do apoio desta Casa", frisou Paulo Henrique.

Solução definitiva

Após a fala dos líderes, Andrey declarou total apoio dele e da Câmara para os camelôs e disse: “Se vocês estão trabalhando, vendendo, e querem permanecer, é porque há clientela, existe um mercado. Cabe então à CMTC, que é o órgão responsável, buscar uma solução em definitivo junto com quem opera nos terminais para que de fato conceda a licença e a regularização da atividade de vocês para que possam trabalhar legalizados.”

Preocupado com as condições de trabalho e a integridade física dos ambulantes, o presidente enfatizou: “E que vocês não fiquem do lado de fora, beirando grades, no sol e às vezes até tomando pancadas. O que proponho aqui, e sei que terei o apoio dos meus pares, é que nós possamos, sob o comando do vereador Cabo Senna, montar uma comissão para ir junto com vocês à CMTC.”

400 famílias

A fala de Andrey foi muito aplaudida pelos camelôs e por parlamentares e ele recebeu elogios e agradecimentos do vereador Cabo Senna, que comemorou o apoio e a determinação do presidente em ajudar os trabalhadores. “São 400 famílias que precisam trabalhar para garantir o seu sustento”, destacou Senna.

Andrey também lembrou que o vereador Clécio Alves (MDB) é o representante da Casa na Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) e que pode levar a questão para ser debatida no órgão. Clécio se prontificou a ajudar e se comprometeu a levar a pauta de reivindicações dos camelôs na próxima reunião do Conselho.

 

Texto produzido pela assessoria de imprensa da Presidência

registrado em: