Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Aprovado pedido de empréstimo do Paço no valor de R$ 50 milhões junto ao BB

Aprovado pedido de empréstimo do Paço no valor de R$ 50 milhões junto ao BB

por Antonio Ribeiro dos Santos publicado 14/06/2018 12h20, última modificação 14/06/2018 14h33

Em primeiro votação, a Câmara aprovou hoje (14), inclusive com votos favoráveis de vereadores da oposição, o projeto que autoriza o prefeito Iris Rezende, MDB, contrair empréstimo de R$ 50 milhões junto ao Banco do Brasil. Segundo justificativa do Paço, os recursos serão utilizados para a compra de maquinário e caminhões para a Companhia Municipal de Urbanização (Comurg). 

Para dar celeridade à tramitação, o vereador Clécio Alves, MDB, como presidente, convocou a Comissão de Finanças da Casa para se  reunir na próxima segunda-feira, 18, às 8h30min, para discutir o projeto. "Aprovado na Comissão, o presidente da Câmara, Andrey Azeredo, MDB, já poderá colocá-lo na pauta da sessão de terça-feira (19), para ser apreciado em segunda e última votação", lembrou Clécio.

Aprovado em segunda votação pelo plenário, o prefeito poderá então sancionar e publicar a nova Lei no Diário Oficial do Município (DOM) e, com isso, abrir as negociações com o BB para a contratação do empréstimo.

MAQUINÁRIO

O relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça, Wellington Peixoto, MDB, que deu parecer favorável ao empréstimo, disse que "os recursos  só poderão ser utilizados para a compra de caminhões, maquinários, coletores de lixo e serras elétricas, com a finalidade de renovar a frota da Comurg. Com isso, a Companhia terá as melhores condições para realizar o serviço de limpeza e coleta de lixo na capital". 

Outro vereador da base do prefeito, Izidio Alves, PR, elogiou a inciativa do Prefeito, enfatizando já ter tratado do assunto com Iris Rezende, ou seja, "aluguel de máquinas é mais caro do que comprar uma frota nova. Vai dar melhores condições para esse serviço. Ademais, o dinheiro não poderá ser aplicado em nenhuma outra obra. Só na Comurg. Aliás, vamos fiscalizar nesta Casa a aplicação desses recursos", prometeu.

A vereadora Cristina Lopes, PSDB, porém, criticou o pedido do empréstimo, lembrando que "está faltando recursos para comprar merendas e medicamentos. Agora, faz empréstimo para comprar máquinas?". Elias Vaz, PSB, disse que votaria favorável ao projeto por entender "que estamos aqui para mostrar que não somos contra a cidade. Pelo contrário, queremos o bem do nosso cidadão e de Goiânia. Vamos ajudar a cidade", completou.