Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Câmara de Goiânia lança coleta seletiva de lixo inédita no Legislativo Municipal

Câmara de Goiânia lança coleta seletiva de lixo inédita no Legislativo Municipal

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 04/07/2018 14h20, última modificação 04/07/2018 16h20

Os vereadores Andrey Azeredo (MDB) e Gustavo Cruvinel (PV), presidentes da Câmara Municipal e da Comissão de Meio Ambiente, respectivamente, lançaram, na manhã desta quarta-feira, 4, mais uma realização inédita dessa legislatura: a Campanha de Coleta Seletiva de Lixo nas dependências da Casa. O objetivo é criar uma mobilização permanente com o suporte de medidas de conscientização, como a distribuição de folders e cartazes educativos, para adequar a Câmara às leis ambientais e aprimorar o viés de responsabilidade social do órgão.

A partir de agora, os corredores e gabinetes do Legislativo goianiense passam a contar com lixeiras específicas para dividir material orgânico e reciclável, além de coletores para lâmpadas, pilhas e baterias. A iniciativa é da Comissão de Meio Ambiente, que começou em fevereiro de 2017 um estudo para determinar as medidas necessárias para o sistema. O projeto foi acatado pela Mesa Diretora da Casa, que determinou a realização da campanha, a licitação e a aquisição dos novos coletores, dos equipamentos e do material para a conscientização dos servidores e visitantes.

Mudança de comportamento

No lançamento, que reuniu funcionários e os vereadores Paulo Magalhães (PSD), Emilson Pereira (PODE), Zander Fábio (PATRIOTA) e Alysson Lima (PRB) no hall de entrada da Câmara, Andrey Azeredo informou que o projeto será conduzido pelas diretorias geral e administrativa da Casa em parceria com os servidores, e enfatizou: “Nós só mudaremos nosso comportamento com o engajamento efetivo e real de todos.”

Preservação da natureza

O presidente Andrey ainda destacou que “a Câmara está sintonizada com a necessidade da redução da produção de lixo, o que contribuiu para a preservação dos recursos naturais, em especial a água. Além de promovermos o descarte adequado do lixo produzido aqui, é importante que levemos, também, esse aprendizado para as nossas residências e os locais que visitamos. Tudo isso para que tenhamos uma Goiânia mais saudável e com respeito ao meio ambiente”.

Fatores ambientais e econômicos

Gustavo Cruvinel, idealizador do projeto, ressaltou a importância da adesão e do apoio da Mesa Diretora e dos servidores para a efetivação das medidas e frisou: “É através desse tipo de ação, a partir desta Casa, que contribuiremos para diminuir o volume de material no aterro sanitário da cidade. E além do fator ambiental, há o fator econômico, temos aqui representantes da Cooperativa Beija Flor, que desde fevereiro recolhem aqui cerca de 500 kg de resíduos por mês, o que gera renda para eles. Agora, certamente, esse volume será ainda maior com a coleta seletiva e outras cooperativas poderão participar.”

Segundo a assessoria do vereador Gustavo Cruvinel na Comissão de Meio Ambiente, com a campanha já efetivada e todos os equipamentos instalados, a Câmara passa a contar, nas áreas internas, a partir de hoje, com 125 lixeiras para resíduos recicláveis e 20 para não recicláveis, todas de inox, três recipientes coletores de pilhas e baterias e um para lâmpadas. Além disso, há, ainda, quatro carrinhos exclusivo para o transporte dos recicláveis e dois contêiners novos para lixo reciclável e não reciclável. Já nos estacionamentos da Casa foram instalados oito jogos de lixeiras, cada um com recipientes para recicláveis e não recicláveis.

 

Texto produzido pela assessora Polliana Martins

registrado em: