Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Câmara Municipal de Goiânia devolveu, em dois anos, R$ 30 milhões para a Prefeitura

Câmara Municipal de Goiânia devolveu, em dois anos, R$ 30 milhões para a Prefeitura

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 20/12/2018 16h05, última modificação 20/12/2018 18h06

A Câmara Municipal de Goiânia fará, nesta sexta-feira, 21, às 10h, no gabinete do prefeito Iris Rezende (MDB), a segunda maior devolução de dinheiro para a Prefeitura de toda a sua História: R$ 13 milhões, perdendo apenas para o montante devolvido em 2017, quando foram repassados R$ 17 milhões. Assim, a gestão do presidente do Legislativo goianiense, Andrey Azeredo (PMDB), terá entregue, neste biênio, R$ 30 milhões ao Executivo para serem investidos na cidade. Com esse valor, segundo Andrey, poderiam ser construídas centenas de casas ou asfaltados todos os bairros que ainda não foram pavimentados na Capital.

Os R$ 13 milhões são do duodécimo (recursos para custeio do Legislativo repassados mensalmente pelo Executivo) e da arrecadação da taxa de inscrição do concurso público de 2018, ambos de 2018, e demonstram, segundo Andrey, o comprometimento de todos os vereadores em honrar os votos recebidos da população e em atender às demandas da cidade: “Só gastamos o estritamente necessário. Na Câmara não tivemos despesas com luxo nem gastos supérfluos nestes dois anos. O País vive uma crise econômica, e, sobretudo, fomos eleitos pra legislar, fiscalizar e contribuir para o bem-estar social e jamais nos desviamos desse propósito.”

Moradias e asfalto

O presidente ressaltou que a devolução dos R$ 13 milhões não prejudica o Legislativo já que todas as despesas da Câmara estão em dia e todas as previsões de gastos até o dia 31 de dezembro já foram feitas. “Tivemos despesas que foram contratadas no ano de 2017 mas que a execução se deu em 2018, e, em razão disso, os pagamentos foram feitos neste ano, o que gerou um dispêndio maior do que o de 2017. Por isso, devolveremos menos que o ano passado, mas ainda um montante histórico e significativo que poderia ser aplicado, por exemplo, na construção de centenas de casas do programa “Minha Casa, Minha Vida” e para asfaltar todos os bairros que ainda precisam ser pavimentados em Goiânia.”

Legislatura histórica exemplar

Os R$ 13 milhões perdem apenas para o recorde histórico de R$ 17 milhões devolvidos em 2017. Em anos anteriores, o montante nunca superou R$ 11 milhões. No ano passado, ao receber a devolução, o prefeito Iris Rezende declarou que “esse gesto da Câmara dá exemplo para todas as Casas Legislativas do Brasil. Isso é raro, poucas vezes tive notícia de que a Câmara de Goiânia se comportasse assim, essa nova legislatura realmente me surpreende. Vocês, vereadores, merecem o respeito e o carinho da sociedade.” 

Texto produzido pela assessora Polliana Martins

registrado em: