Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Carlin Café propõe que supermercados da Capital disponibilizem funcionários para auxiliar pessoas com deficiência

Carlin Café propõe que supermercados da Capital disponibilizem funcionários para auxiliar pessoas com deficiência

por Patricia Drummond Gonçalves publicado 11/10/2018 16h28, última modificação 11/10/2018 16h28
Carlin Café propõe que supermercados da Capital disponibilizem funcionários para auxiliar pessoas com deficiência

Foto: Wictoria Jhefany

Os hipermercados, supermercados, atacadistas, varejões e estabelecimentos congêneres localizados em Goiânia poderão disponibilizar, durante o horário regular de funcionamento, colaboradores para, em caso de necessidade, auxiliarem, isolada ou cumulativamente, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida que estejam no interior da loja a fim de realizar compras. É o que determina projeto de lei do vereador Carlin Café (PPS), apresentado nesta quinta-feira (11), no Plenário da Câmara.

“As pessoas com deficiência física e/ou com mobilidade reduzida enfrentam inúmeros obstáculos e dificuldades em seus afazeres diários. Parte dessas dificuldades se apresenta no momento em que essas pessoas necessitam fazer suas compras”, justifica o vereador, destacando, nesse caso, complicações como a escolha de marcas, o acesso às ofertas, o conhecimento e a comparação dos preços e da data de validade dos produtos, dentre outras.

“Nosso projeto tem por finalidade possibilitar a inclusão social das pessoas com alguma deficiência que impossibilite a aquisição de produtos em supermercados, hipermercados, atacadistas e afins, em razão da ausência de estrutura que possibilite ao deficiente praticar atos regulares de sua vida civil”, acrescenta Carlin Café.

Apoio

De acordo com a matéria assinada pelo parlamentar goianiense, o auxílio estabelecido inclui: conduzir a pessoa com deficiência e mobilidade reduzida no interior da loja; indicar a localização do produto desejado; conduzir o carrinho de compras; pegar e colocar o produto desejado no carrinho de compras. O colaborador também deverá ler as informações referentes a produtos, tais como preço, ofertas, data de validade, especificações e o que mais se fizer necessário, além de auxiliar no momento do pagamento, no caixa, com informações necessárias, e empacotar as mercadorias, colocando-as à disposição para condução por parte da pessoa auxiliada – seja em veículo próprio ou outro meio disponível (táxis e serviços de transporte em geral).

Às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida caberá solicitar o auxílio desejado junto ao balcão de informações/atendimento ao cliente. Não havendo o referido setor, a solicitação deverá ser encaminhada a qualquer funcionário do estabelecimento comercial.