Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / CEI das Obras Paradas denuncia irregularidades na desapropriação de áreas para construção de parque

CEI das Obras Paradas denuncia irregularidades na desapropriação de áreas para construção de parque

por Heloiza Amaral Nogueira publicado 13/06/2018 12h25, última modificação 13/06/2018 17h15

O vereador Alysson Lima (PRB), presidente da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga as obras públicas paradas na capital, denunciou, nesta quarta-feira (13), que empresas foram pagas pela desapropriação de áreas para construção de parque no Jardim Nova Esperança, mas continuam no local. Segundo Alysson, chama a atenção também o baixo valor pago pela Prefeitura de Goiânia pela área de 271 mil metros quadrados: apenas R$409 mil dos R$ 2 milhões pagos de contrapartida pela construção do shopping Passeio das Águas, na região Norte de Goiânia.

O presidente da CEI afirma que já está com o nome das empresas e que os proprietários serão convocados a comparecer a uma reunião para explicar o porquê de não terem desocupado as áreas e o baixo valor que aceitaram pelos lotes, que chegam a 13 mil metros quadrados.

A CEI também vai ouvir a secretaria municipal de Saúde, Fátima Mrué, sobre a paralisação das obras do Hospital Maternidade Oeste. Por falta de pagamento da contrapartida do município, R$ 187 mil podem ser devolvidos ao Governo Federal, impossibilitando a conclusão da obra. O relator da CEI, Delegado Eduardo Prado (PV), apresentou requerimento pedindo, ainda, a convocação dos proprietários da Elmo Engenharia, empresa responsável pela obra. (Foto: Alberto Maia)