Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Presidente da Câmara fala à imprensa sobre eleição da nova Mesa Diretora

Presidente da Câmara fala à imprensa sobre eleição da nova Mesa Diretora

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 27/11/2018 14h10, última modificação 27/11/2018 14h10

Durante a Sessão Plenária desta manhã de terça-feira, 27, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Andrey Azeredo (MDB), concedeu entrevista para diversos veículos de comunicação sobre a eleição da nova Mesa Diretora da Casa que será realizada no próximo dia 4 de dezembro. Conheça a opinião do presidente, nas próprias palavras dele, nas respostas dadas aos repórteres:

Momento de diálogo

“Existem companheiros que já demonstram explicitamente o apoio ao nosso nome num novo projeto, mas não há nada concretizado. O momento é de diálogo, é de consolidar, de unir aqueles que querem que a Mesa Diretora continue exercendo um bom papel, de forma transparente, com zelo com os recursos públicos e gerando mudanças significativas nesta Casa.”

Inovação e transparência

“Nós acabamos de encerrar um concurso público que é um evento grandioso, coisa que não tinha nesse parlamento há mais de dez anos. Geramos também um dinamismo em informações que até então não existia neste Poder. Tudo isso para dar, de fato, satisfação aos cidadãos, que são os detentores dos recursos públicos, com a informação devida e adequada, a tempo e a hora, de como são gastos esses recursos.”

Autonomia aos vereadores

“Temos grandes parlamentares nesta Casa, nomes valorosos, e todos têm capacidade e competência pra desempenhar as melhores funções, seja no Parlamento ou no próprio Executivo. Nosso grupo está aberto ao diálogo, a propostas com transparência e serenidade, demonstrando que os Poderes são independentes e harmônicos, eles não são rivais, e é isso que nós desempenhamos ao longo desses dois anos nesta Casa. Demos total autonomia a todos os parlamentares, de situação e oposição, garantindo as prerrogativas de todos e autonomia para desempenharem o que bem entendiam. Um exemplo disso é que nunca houve nesta Casa, como aconteceu nestes dois anos e neste mandato, o número de Comissões Especiais de Inquérito (CEIs) como tivemos nessa legislatura e com o respaldo que foi dado.”

Visibilidade aos trabalhos

“Reabrimos e restabelecemos o canal da TV aberta junto com a Assembléia Legislativa dando visibilidade a todos os parlamentares ao realizarem um bom trabalho e o resultado foram as eleições de 2018, tivemos cinco parlamentares eleitos. Todos estes são oriundos desta Casa, todos possuem méritos próprios, é claro, mas tiveram uma amplitude da divulgação do seu trabalho e da autonomia aqui desempenhada em razão da estrutura que foi oferecida. E tudo com seriedade, serenidade e legalidade.”

Poderes em sintonia

“É assim que queremos continuar trabalhando, mostrando pra população que a Câmara está preocupada em dar um bom exemplo, em gerar Leis que de fato possam gerar resultados positivos para cada um, e, acima de tudo, em auxiliar o Executivo no que for possível e também criticar e apontar os problemas na hora que for necessário. O diálogo é o ideal é o meu propósito é esse, de buscar o entendimento com todos.”

Projetos político-partidários

“Estamos aqui em um parlamento, antes de mais nada deve haver uma unidade em torno da Casa. Projeto político-partidário pessoal, ao meu ver, deve ser postergado em segundo plano. Nesse momento temos que discutir o que de fato interessa ao parlamento, o momento político que passa o País, as alterações do quadro poltico-partidário em âmbito nacional e estadual. E também compreendermos o recado que foi dado por todos os eleitores, em especial no ano de 2018, mas vejo que isso se iniciou em 2013: a população quer, de fato, representantes que estejam em sintonia com eles e junto com o povo e não pessoas que estão pensando em questões pessoais, projetos próprios e em dissonância com aquilo que é o anseio de toda a coletividade. “

 

Texto produzido pela assessora Polliana Martins

registrado em: