Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Presidente da Câmara participa de ato inicial para restauração da antiga Estação Ferroviária de Goiânia

Presidente da Câmara participa de ato inicial para restauração da antiga Estação Ferroviária de Goiânia

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 13/12/2017 20h45, última modificação 14/12/2017 12h04

“A Estação Ferroviária de Goiânia é um cartão postal imponente da cidade, uma referência nacional do patrimônio art déco que precisa ser restaurada e valorizada”, ressaltou o presidente da Câmara Municipal, vereador Andrey Azeredo (PMDB), ao participar, nesta tarde, da assinatura da ordem de serviço de R$ 5.870.000 para iniciar as obras de restauração do monumento, que fica localizado na Praça do Trabalhador (Centro) ao lado da sede do Legislativo Municipal. Os recursos destinados para os trabalhos são provenientes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).   

A ordem foi assinada pelo prefeito Iris Rezende (PMDB), no Paço Municipal, e pela presidente do Iphan, Kátia Bogéa. A superintendente do órgão em Goiás, Salma Saddi, também participou do encontro, que reuniu a primeira dama Iris Araújo, o controlador-geral Juliano Bezerra e a procuradora do município, Ana Vitória Caiado, além de secretários municipais.

As obras vão contemplar as áreas externa e interna da Estação e serão iniciadas amanhã, 14 de dezembro, com término previsto para o primeiro semestre de 2019.

Na opinião de Andrey, a restauração é como “um presente de Natal para a cidade. A assinatura dessa ordem de serviço é um momento importantíssimo porque vamos poder resgatar uma construção que não é um patrimônio apenas dos goianienses e dos goianos, trata-se de um monumento de valor histórico e cultural que ultrapassa fronteiras, é uma referência do movimento internacional art déco”. Localizada ao lado da Câmara Municipal, a Estação também é, segundo Andrey, “um fator de valorização da Casa e um atrativo para que as pessoas venham ao Centro, visitem e conheçam a Câmara. Eu acredito que todos devem saber sobre suas origens, a história de sua cidade e de onde viemos. A valorização dos patrimônios históricos é fundamental para que as novas gerações saibam que temos um passado fulgurante e muitos caminhos ainda a percorrer”. 

Com informações da assessoria de imprensa da Presidência

registrado em: