Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Relator da CEI das Obras Paradas denuncia perda de recursos da Prefeitura de Goiânia

Relator da CEI das Obras Paradas denuncia perda de recursos da Prefeitura de Goiânia

por Heloiza Amaral Nogueira publicado 14/06/2018 12h30, última modificação 14/06/2018 12h33

O relator da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga as obras públicas paradas em Goiânia, Delegado Eduardo Prado (PV), denunciou em plenário, nesta quinta-feira (14), mais um caso de perda de recursos por parte da prefeitura: a obra da Casa de Vidro. De acordo com o vereador, no total, o município pode ter que devolver R$ 200 milhões à União, devido às obras paradas.

A Casa de Vidro, um centro cultural que começou a ser construído no Jardim Goiás, em 2010, está com apenas 7% da obra concluída. Em abril deste ano, o prefeito Iris Rezende (MDB) assinou uma ordem de serviço para a retomada do serviço, mas a obra não recomeçou. A prefeitura aguarda liberação da Caixa Econômica Federal, em análise da ordem de serviço. O banco, por sua vez, afirma que a liberação ocorrerá mediante o cumprimento do acordo por parte do município, o que significaria o reinício das obras com a verba determinada como contrapartida da prefeitura.

Depoimentos

Na próxima segunda-feira (18), a CEI das Obras Paradas pretende ouvir, no período da manhã, na Sala das Comissões, os proprietários da empresa Elmo Engenharia, responsáveis pela obra do Hospital Maternidade Oeste, paralisada, da mesma forma, por falta do pagamento de contrapartida pela prefeitura. A secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, também deve prestar esclarecimentos sobre o assunto. (Foto: Alberto Maia)