Câmara de Goiânia adota medidas para organizar acesso à Casa

por Marcos Teixeira Wanderley publicado 14/02/2019 17h14, última modificação 14/02/2019 17h14

Texto produzido pela assessoria da Presidência 

 

A Câmara de Goiânia vai adotar medidas para organizar e aperfeiçoar o acesso e a circulação nas dependências da Casa. A decisão vem após manifestações racistas contra o presidente Romário Policarpo (PROS) registradas nas galerias durante a sessão legislativa desta quinta-feira (14/2).

Entre as providências em estudo está a identificação dos visitantes. Atualmente, o acesso ao Legislativo é livre e somente os servidores têm acesso registrado à Casa. Os dados dos visitantes serão cadastrados, ficando armazenados para o registro dos ingressos posteriores nas dependências da Câmara de Goiânia.

"Não se trata, de forma alguma, de restringir o acesso ao Poder Legislativo, que continuará aberto a toda a população. A Câmara é a casa do povo, mas o cadastro vai colaborar para que situações como essa sejam evitadas", afirma o presidente Romário Policarpo.

registrado em: