Emenda a projeto de "Ponto Biométrico" para vereadores estende medida a todos os servidores

por Silvana Brito Martins publicado 23/04/2019 14h20, última modificação 23/04/2019 14h25

O projeto de Resolução nº 008/2019, de autoria do vereador Paulo Magalhães (PSD) que institui o “Ponto Biométrico” para os parlamentares goianienses, foi incluído na pauta da sessão de hoje (23/04) a pedido do autor  mas, não foi votada porque o vereador Alfredo Bambu (PRP) apresentou emenda aditiva ao texto.

A proposta de Magalhães modifica o artigo 101-A do Regimento da Casa, determinando que “ a Mesa Diretora deverá, no decurso das sessões legislativas, utilizar painel eletrônico de gerenciamento de sessões para registro e controle de presenças dos vereadores”.  A conferência deverá ser feita no início dos trabalhos, às 9 horas, no início da Ordem do Dia, às 11 horas e ao final da sessão.

A emenda de Bambu,assinada por vários outros vereadores e acatada pelo Plenário, estende o ponto eletrônico para todos os servidores do legislativo. “A resolução deverá também ser aplicada, observando as regras estatutárias próprias, a todos os servidores da Câmara, efetivos, comissionados e ocupantes de cargos de Gabinete Parlamentar, de Coordenadorias, Chefias e Direção de Assessoramento Superior”, propõe a emenda. A matéria volta agora à pauta da Comissão Mista, por se tratar de Modificação no Regimento Interno da Casa.