Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / Notícias / Lucas Kitão quer facilitar acesso de pessoas com nanismo no transporte coletivo

Lucas Kitão quer facilitar acesso de pessoas com nanismo no transporte coletivo

por Da Redação publicado 10/06/2021 20h51, última modificação 10/06/2021 20h51
O vereador apresentou um projeto de lei que obriga as concessionárias a equiparar os veículos com validadores e catracas de fácil acesso para as pessoas com baixa estatura

O vereador Lucas Kitão (PSL) apresentou, nesta quinta-feira (10), um projeto de lei na Câmara Municipal de Goiânia para facilitar o acesso de pessoas com deficiência no transporte público. Ele quer que os ônibus da capital se adaptem com validadores e catracas acessíveis para pessoas com nanismo e de baixa estatura.

O projeto, de acordo com o parlamentar, surgiu de uma observação feita por um amigo e ex-assessor do seu gabinete, o jornalista Rafael Campos, que é portador de nanismo e que teria feito a sugestão para o parlamentar incluir a equiparação dos veículos operados pelas concessionárias que atendem a Região Metropolitana. A nova redação vai incluir as adaptações necessárias para o acesso das pessoas portadoras com deficiência (PCDs) e de idosos.  

A justificativa do vereador é de que as pessoas com nanismo ou de baixa estatura encontram diversas dificuldades nas tarefas do dia a dia que não atendem suas necessidades físicas e cognitivas. A condição, de acordo com o parlamentar, traz insegurança, desconforto e uma das dificuldades encontradas é no transporte coletivo, na hora do embarque e da validação.  

“A equiparação dos ônibus com validadores de cartões e de catracas acessíveis para pessoas com nanismo e baixa estatura é importante e é um compromisso que nós temos com as políticas de inclusão social, por meio da lei que será chamada Lei Rafael Campos”, defendeu o vereador durante a apresentação da matéria.  

O projeto seguirá a sua tramitação na Casa e, caso seja aprovado e sancionado pelo prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), as empresas privadas de transporte deverão instalar os validadores num prazo de 90 dias contados a partir da publicação do texto no Diário Oficial.

Mídias Sociais
Frente Vacina para Todos

Plano Diretor
Ouvidoria da Mulher
Canal do Cidadão - E SIC

Mídias Sociais
Plano Diretor

planoDiretor.jpg

Prevenção é o melhor caminho
Concurso Público
Portaria de Regulamentação do Estágio

Regras do Estágio

TV Câmara

TVCâmara

Ouvidoria da Mulher

Ouvidoria da Mulher

Acesso a Informação

Acesso a informação

TV Câmara

TVCâmara

Notícias da Presidência

NoticiasDaPresidencia