Priscilla Tejota encaminha ao MP denuncia de precariedade na Maternidade Nascer Cidadão

por Guilherme Machado publicado 21/05/2019 16h51, última modificação 21/05/2019 16h51

Presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social da Câmara Municipal de Goiânia, a vereadora Priscilla Tejota (PSD) encaminhou ao Ministério Público de Goiás (MP-GO) um relatório de diligências realizado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) na Maternidade Nascer Cidadão, localizada na região noroeste da capital, contendo denúncias sobre a precariedade do atendimento à população e das condições de trabalho dos médicos. 

O documento aponta denúncias de superlotação, falta de medicamentos, de insumos básicos, más de condições de trabalho dos profissionais, entre outras deficiências. “Mais uma vez o que temos visto só reforça o descaso dos gestores da saúde pública em Goiânia”, afirmou Priscilla. 

A partir da situação exposta pelo Cremego, a parlamentar conduziu a demanda ao Centro de Apoio Operacional da Saúde (CAOSAÚDE) do MP-GO para apuração dos fatos e para que providências sejam tomadas. “Diante do desserviço que vem sendo prestado à população, vou continuar cobrando providências para que o goianiense tenha acesso a um serviço digno e para que os profissionais da saúde tenham condições de trabalho apropriadas para exercer com eficácia o atendimento”, disse.

Texto e foto da assessoria de comunicação da vereadora Priscilla Tejota