Projeto estipula Plano Municipal com ações preventivas ao suicídio e à depressão

por Michelle Lemes publicado 12/08/2019 18h37, última modificação 12/08/2019 18h37
Projeto estipula Plano Municipal com ações preventivas ao suicídio e à depressão

Foto: Alberto Maia

Texto produzido pela estagiária Ingrid Raquel

Em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia, o projeto de lei (n° 2019/299), de autoria do vereador Divino Rodrigues (Pros), propõe a composição de um Plano Municipal com a finalidade de criar políticas públicas voltadas para a valorização da vida, combate à depressão e prevenção ao suicídio.

Segundo a matéria, a partir da criação do Plano Municipal será realizada uma observação quanto aos cidadãos de perfis depressivos e suicidas, incentivando posteriormente a busca por diagnóstico e tratamento dos pacientes; além de promover formas de prevenção e acompanhamentos.

“A propositura visa ampliar o conhecimento da população, através de procedimentos informativos e educativos, sobre a depressão e o suicídio; suas causas, sintomas, meios de prevenção e de tratamento”, defende o parlamentar. “Além de combater o preconceito que os cerca, incentivando a busca pelo tratamento dos pacientes”.

O objetivo e promover a palestras e seminários para orientar e alertar a população sobre possíveis distúrbios emocionais e mentais, bem como palestras direcionadas aos profissionais de saúde a fim de qualificá-los na identificação de possíveis pacientes; priorizando tais eventos com alunos do ensino médio.

A proposta dispõe ainda sobre a divulgação por meios de comunicação acessíveis à comunidade, na forma de propagandas publicitárias e distribuição de folhetos informativos e explicativos, eventuais sintomas e alertas para possíveis diagnósticos; a criação de canais de atendimento pessoal, direcionados às pessoas diagnosticadas ou para aquelas que se encontram com sintomas de distúrbios emocionais e mentais; dentre outros mecanismos de ação.

“Devemos, com esse projeto, fazer uma reflexão e realizar uma conscientização junto à população sobre essa temática, a fim de reduzir também a taxa de suicídios”, completa Divino Rodrigues.